No dia 29 de Outubro ocorreu o primeiro minicurso de capacitação que o projeto de extensão Fritz Müller ofereceu para professores da rede municipal de Florianópolis. Nesse curso trabalhamos o desenho de observação como ferramenta para o ensino, e foi realizado aproveitando os recursos naturais do Parque Estadual do Rio Vermelho. Contamos com o apoio do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), da Polícia Militar Ambientale da Ecopaerve, organização não governamental constituída para apoiar ações educativas no Parque do Rio Vemelho que nos cedeu espaço, sala e materiais para os trabalhos.

O curso trabalhou o conceito de “Transtorno do Déficit de Natureza”, proposto por Richard Louv, jornalista e escritor americano, e escritor do livro “A última criança da floresta”. Neste curso os professores experimentaram as atividades de desenho técnico como forma de desenvolver atenção e observação de detalhes nos alunos, enquanto discutem não somente sobre a importância das árvores nativas da mata atlântica na alimentação da fauna e manutenção dos rios, mas também sobre o seu aproveitamento medicinal. A ideia é trabalhar formas de despertar nos alunos a consciência  de que a mata atlântica tem suas individualidades regionais e que precisa ser preservada para que possa ser usufruída pelas gerações de maneira sustentável.

 

Deixe uma resposta